Pensando grande – Final

Passados cerca de seis meses após a posse do novo obreiro na singela congregação  de Campos de Jordão – que segundo comentários, custara mais de 2 milhões de  reais – o pastor Premium exultava.
– Veja, pastor Platinum, o que é  eficiência!
Ele se referia ao gráfico de movimento financeiro, exibido na  tela do seu tablet.
De fato, desde a posse, o gráfico traçara uma curva  ascendente e se aproximava da meta traçada, de 1 milhão de reais de entrada.
Pastor Platinum e o  restante do staff mostravam-se arredios e meio constrangidos com essa  empolgação.
Mas era apenas o começo.
– Vamos fazer uma surpresa a ele!  Quero conferir ao vivo sua performance!
Ato contínuo, avisou à secretária que  mandasse preparar o helicóptero pois iria à Campos do Jordão.
– Agora, pastor  Premium? Mas nem o avisamos sobre sua visita.
– Faça o que eu estou mandando.  Tenho certeza de que ele ficará feliz.
Em poucos minutos decolava do  heliponto da mega igreja – sim, o templo possuia um – a aeronave, “presente” de  um empresário que, diziam os caluniadores, estava envolvido até a raiz dos  cabelos com escândalos de desvios de verba. Maledicência pura, claro.
Durante  o vôo, o líder da mega igreja orienta o piloto a ser discreto. Pousariam fora da  cidade, seguindo de carro até o templo.
Tão discreto quanto possível, a  Mercedes blindada parou em frente à congregação e dela desembarcaram o pastor  Premium, Platinum, Gold e Advanced. Os seguranças israelenses vinham logo atrás,  em outras duas Mercedes.
Astuto, pastor Premium fitou a imensa fachada  revestida de imensos painéis de vidro e observou que o letreiro não exibia o  símbolo da mega igreja.
Para júbilo do líder da mega igreja – e decepção dos  demais – o salão da igreja, com mais de três mil lugares, estava lotado.
No  entanto, quem conduzia o culto não era o novo obreiro.
Intrigados, seguiram  para o gabinete pastoral, num andar superior, agora com o nome alterado para Ministry Room (padrão da mega igreja).
Ao ver aquela tropa sair do elevador,  a secretária e os dois seguranças se posicionaram.
– Alto lá!, Quem são  vocês? rugiu um deles, já com a mão na pistola semi-automática, discretamente  dentro do terno.
– Como assim “quem somos nós?”, devolveu Platinum,  irritado.
– Sou o pastor Premium, líder da mega igreja, a qual essa  congregação é submissa, falou o líder máximo, carregando no tom da palavra  “submissa”.
A secretária não demonstrou nenhum temor, muito pelo  contrário.
– Ah, sei… Pastor Premium… Acho que já ouvi falar. O que  desejam?
Advanced quase infartou.
– Mas será possível?! Temos que ficar  explicando o que queremos? Cadê o pastor da congregação, que foi nomeado por  nós? Chame ele aqui!
– O senhor está falando do nosso supremo e máximo líder,  pastor bispo apóstolo Supremo?
Dessa vez foi o pastor Premium que quase  infartou. Mas procurou manter a pose, embora estivesse com a pressão na casa dos  18 x 22.
– Minha cara jovem, apenas anuncie nossa presença, por favor.
A  secretária nem olhou para a cara do pastor ao responder.
– Nosso pastor bispo  apóstolo Supremo não está. Ele viajou ontem para Miami para tratar de negócios e  só retorna semana que vem.
– E eu posso saber o que ele foi tratar lá em  Miami?, perguntou o pastor Gold, num fiapo de voz, já temendo pela  resposta.
– Foi negociar uma parceria com o pessoal da Ultra Igreja Celestial  Galática. Coisa grande!
E arrematou, piscando o olho: – Ele é um obreiro de  visão.
No helicóptero, durante a viagem de volta, o silêncio era tamanho que  podia-se ouvir a respiração alterada do pastor Premium.
Mas o líder máximo da  mega igreja, que construira uma das maiores igrejas do planeta a partir de uma  simples congregação, que era reverenciado como brilhante gestor e estrategista,  respeitado homem de negócios, empresário de sucesso e – ah, claro – bom  pregador, não seria subjugado.
No CEO room, seu staff reunido mostrava  preocupação.
– Aonde já se viu? É um absurdo! Abusar de nossa confiança!,  começou Platinum.
– E tínhamos tanta esperança nele, não é, pastor Gold?,  provocou Advanced.
– Ele está pensando que a mega igreja concorda com essa  postura de mercado? Então ele pensa que somos o quê? Uma empresa?
Pastor  Premium, que ouvia tudo quieto, encenou mais uma vez sua performance teatral  para esses momentos.
Levantou a mão, pedindo silêncio, levantou-se e se  dirigiu à imensa parede de vidro da CEO room.
Fitando o horizonte, pediu a  secretária que ligasse diretamente para o gabinete do pastor da Hiper Igreja,  sua grande rival.
Em segundos, a voz do pastor da Hiper Igreja se fazia ouvir  no recinto, graças ao sistema de viva-voz.
– Em que eu e minha humilde igreja  podemos ajudá-lo, meu querido pastor Premium?
– Humides somos nós, meu amado.  Estou sabendo que você acabou de comprar mais um LearJet para a frota.
Era  nítido o tom de ironia de ambos.
Mas Premium não queria perder tempo e foi  logo ao assunto. Ele sabia do interesse do pessoal da Hiper Igreja na  congregação em Campos do Jordão, mas sempre rechaçara as ofertas, mas agora o  cenário havia mudado.
– A congregação de Campos do Jordão está à venda. Ainda  tem interesse?, lançou ele.
– Dê seu preço…, desafiou o pastor da Hiper  Igreja.
– Dez milhões de reais, porteira fechada.
– Porteira fechada?  Negócio feito!
– Foi bom fazer negócio com você, meu amigo. Nossos advogados  conversarão sobre a papelada. E apareça lá no haras, tenho que lhe mostrar  um manga-larga que arrematei. Coisa linda e foi barato, só 180  mil.
Assunto encerrado, os membros do staff não entendiam como o pastor  Premium, que nunca admitia sequer conversar sobre a venda daquela congregação, a  vendera em menos de um minuto.
E o pior, com “porteira fechada”, sem tirar  nada, inclusive o novo obreiro, contratado a peso de ouro.
– Porteira  fechada, meu grande líder? Será que fizemos um bom negócio?
– Bom não,  Platinum. Ótimo negócio, ótimo negócio, repetia enigmático, enquanto continuava  olhando o horizonte.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s