Brincando com fogo – Parte I

Confortavelmente instalado a bordo da Mercedes blindada, rumo à Mega Igreja, pastor Premium se irrita com o trânsito totalmente engarrafado.
– “Mas será possível!? O que é agora?”.
Após intermináveis minutos de espera, a explicação: uma imensa multidão aglomerada em frente a uma dessas igrejas apelativas.
A faixa, imensa, convidava todos para a “Semana do exorcismo definitivo!”.
Premium, com seu conhecido sorriso irônico olhava com desdem.
– “Veja só aquela faixa: garantimos a expulsäo ou seu dinheiro de volta. Eu me divirto!”, comenta com um dos seguranças israelenses.
O motorista, tambem irritado, comenta que o trânsito estava assim desde o primeiro dia.
– Como assim, “desde o primeiro dia”?, pergunta o líder da Mega Igreja, subitamente interessado.
– Essa algazarra começou no início da semana, hoje é quinta-feira e só terminará no domingo.
O segurança, bem informado, arremata:
– Imagine isso aqui no domingo, quando virá um xamã lá da Indonésia. Parece que väo fechar o trânsito e tudo.
Sentado no banco de couro, o pastor Premium recolhera o sorriso e agora ele está pensativo, enquanto o veículo desliza veloz pelas avenidas.
Mal entrou no CEO room, ordenou que Platinum e Advanced fossem a ele.
Assim que chegam, o líder supremo da Mega Igreja testa-os, perguntando o que sabiam sobre a “Semana do exorcismo definitivo!”.
Prá variar, ambos estavam mais por fora do que aro de barril.
– “Nunca ouvi falar”, disse um
– “Deve ser uma dessas semanas de liquidação, queima de estoque, etc”, disse o outro.
Diante de tamanha ignorância, Premium lamenta que o destino tenha lhe reservado tais assessores.
– Façam o seguinte: peçam ao motorista que leve-os até um mafuá que está promovendo essa tal “semana”, observem tudo. Quero ver se há algo que possamos implementar aqui.
Missão dada é missão cumprida.
Na semana seguinte, Platinum e Advanced ofereceram ao staff um belo relatório.
Reunidos em volta da bela mesa de mogno, a liderança – ou board, como gostavam de ser chamados – da Mega Igreja ouvia com atenção.
– Bem, a frequência média nos dias da programação surpreendeu. O local comportava umas duas mil pessoas e estava hiper-lotado. Em todos os dias havia aglomeração do lado de fora, atrapalhando o trânsito.
– E os tais exorcismos?, perguntou o pastor Gold.
– O de sempre: mão na cabeça do sujeito, uns gritos, uns tapas na cara e chão. O trivial variado, nada de excepcional.
– Teve curas tambem?, pergunta outro obreiro.
– Não, parece que o foco era só em exorcismo, esclarece Advanced.
Pastor Premium, que a tudo assistia calado, pergunta se eles acham que “o mercado tem demanda para concorrentes”.
– Sim, respondem ambos a uma só voz.
– Então mês que vem é a nossa vez!, decreta, para júbilo e palmas dos presentes.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s